FOBIAS, SAIBA O QUE É E COMO TRATÁ-LAS

Paulo Lucas

Head Trainer de Saúde e Inteligência Emocional
O medo é uma emoção comum e necessária para a sobrevivência do ser humano, e tem a função de proteger, fazer parar, incentivar a ação, a escolha e a rápida tomada de decisão. Nenhuma pessoa é capaz de sobreviver sem seus medos, pois eles protegem o indivíduo de situações que representam perigo. Porém, quando a pessoa sente um medo desproporcional à realidade, é preciso ficar atento. Em alguns casos, o medo é tão intenso que provoca ansiedade extrema e até ataques de pânico, impedindo que a pessoa mantenha sua rotina. Este tipo de medo está relacionado a problemas emocionais que precisam de tratamento.

O que é Fobia?

A fobia é um medo irracional e neurótico diante de uma situação ou objeto que não apresenta qualquer perigo. Pessoas fóbicas sentem tanto medo que evitam determinadas situações, pessoas e lugares para não se expor ao perigo. Quando expostos ao objeto causador da fobia, esses indivíduos apresentam uma série de sintomas físicos: falta de ar, taquicardia, tremedeira e ataques de pânico.

Tipos de Fobia

O número de fobias possíveis é quase infinito, mas o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais elaborado pela Associação Americana de Psiquiatria classifica 500 exemplos de fobias, que são divididas em cinco tipos:
  • Fobias de animais;
  • Fobias de aspectos do ambiente natural (trovoadas, enchentes, terremotos)
  • Fobias a sangue, injeções ou feridas;
  • Fobias a sangue, injeções ou feridas;
  • Fobias sem classificação específica (medo de vomitar, de contrair uma doença, do escuro, de casar, de ficar solteiro, entre outros).

Como surgem as fobias?

As fobias atingem cerca de 10% da população mundial, e qualquer pessoa pode ser acometida por uma em algum momento da vida. Pessoas que conviveram com familiares fóbicos em sua infância têm mais predisposição ao problema, e traumas relacionados ao objeto de perigo também podem desencadear uma fobia. A Inteligência Emocional entende que a maioria dos medos começa a ser desenvolvido ainda durante a fase gestacional, quando os sentimentos, pensamentos e emoções dos pais são transferidos para o bebê. Ou seja: muitos medos manifestados na idade adulta podem ter sido gerados ainda no útero materno ou na infância, e diversas experiências traumáticas ao longo da vida estão relacionadas a esses medos

Exemplos de Fobia

• Acrofobia: medo de altura;

• Agorafobia: medo de espaços abertos ou com multidões;

• Aracnofobia: medo de aranhas;

• Catastrofobia: medo de catástrofes e aspectos ambientais;

• Claustrofobia: medo de lugares fechados;

• Fobia social: medo de pessoas e da exposição;

• Glossofobia: medo de falar em público;

• Hematofobia: medo de sangue, injeções e feridas;

• Monofobia: medo de ficar sozinho;

• Nictofobia: medo da noite ou do escuro;

• Tanatofobia: medo da morte;

• Zoofobia: medo de animais.

Como tratar a Fobia?

A melhor forma de tratar uma fobia é por meio da alteração da relação emocional entre o indivíduo e o objeto ou situação que provoca medo. Processos terapêuticos que promovem o reprocessamento emocional das situações relacionadas ao medo são os mais indicados, sendo que alguns casos podem exigir uma intervenção medicamentosa para equilibrar e ajustar as disfunções neurológicas. Se você possui uma fobia que está prejudicando sua vida, não deixe de conhecer o trabalho do Dr Paulo Lucs e descobrir que você pode ser livre de todos os medos que te paralisam. Esta é uma experiência transformadora que desperta seu poder pessoal e faz com que você tenha a coragem necessária para lidar com todas as situações de maneira segura e autoconfiante.